quarta-feira, 22 de agosto de 2007

Maior central solar inaugurada na Alemanha

A empresa alemã de energias renováveis Juwi colocou em funcionamento hoje, em Brandis (leste da Alemanha), a maior unidade de energia solar do mundo, ao ativar o primeiro campo de 100 mil placas fotovoltaicas.

A companhia informou que o primeiro campo solar inaugurado produzirá seis megawatts de energia solar e, quando a unidade estiver terminada, em 2009, gerará até 40 megawatts por hora anuais.

A empresa disse que a unidade solar, que terá cerca de 550 mil placas fotovoltaicas, evitará a emissão de 25 mil toneladas de dióxido de carbono (CO2).

Matthias Willebacher, membro do Conselho de Direção de Juwi, afirmou que "a energia solar não só cuida do meio ambiente, mas gera independência das onerosas energias importadas e cria novos postos de trabalho".

Além disso, a central solar significará "uma prova dos avanços na redução de custos na indústria fotovoltaica", devido à dimensão da unidade e de suas possibilidades de economia.

O investimento para o campo solar chegou a 130 milhões de euros (US$ 175 milhões), financiados através dos recursos de investimento do banco público regional Sachsen LB.



in Invertia

Etiquetas:

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial