segunda-feira, 30 de julho de 2007

REN prevê deixar de importar energia a partir de 2012

O presidente da REN-Redes Energéticas Nacionais revelou hoje estimar que o nosso país deixe de importar Energia de Espanha no máximo dentro de cinco anos, devido ao aumento da geração de Energia hídrica e eólica pelo país.

Ao falar em entrevista concedida na passada quinta-feira à agência Bloomberg, José Penedos disse que o balanço comercial de Energia com Espanha tem sido "desfavorável" para Portugal nos últimos cinco anos, podendo ser melhorado com o aumento da produção de energias renováveis.

"Prevejo que, nos próximos cinco anos, irá existir uma tendência que aponte para o equilíbrio", disse, adiantando que "o mercado entre Portugal e Espanha tenderá a ser entregue mais a oportunidades comerciais do que a necessidades estruturais do sistema".

Portugal espera conseguir obter pelo menos 45% da sua Energia de fontes renováveis até 2010, num esforço para reduzir a sua dependência de fornecimentos vindos do estrangeiro. A REN vai investir 1,7 mil milhões de euros em cabos energéticos e gasodutos até 2012 para ligar a sua rede a áreas de recolha de energia eólica e à rede de electricidade espanhola, no âmbito do plano de estabelecimento do Mercado Ibérico de Electricidade (MIBEL).

in Diário Económico

Etiquetas:

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial