segunda-feira, 30 de julho de 2007

Descoberta bactéria que vive da luz solar

Cientistas da Universidade da Pensilvânia, EUA, descobriram uma bactéria que, tal como as plantas, usa a luz solar como fonte de energia, revela um estudo publicado na revista Science.

Os cientistas do Departamento de Bioquímica e Biologia Molecular da Universidade Pública da Pensilvânia, EUA, descobriram que esta peculiar bactéria «ovóide», denominada Candidatus Chloracidobacterium thermophilum, utiliza uma espécie de clorofila para converter a luz do sol em energia, com a particularidade de crescer na presença de oxigénio.

A bactéria estudada pertence ao grupo Phylum Acidobacteria, que até agora não tinha nenhum membro fototrópico conhecido, e foi captada em águas termais do Parque Nacional norte-americano de Yellowstone.

A espanhola Amaya García, uma das investigadoras responsáveis pelo estudo, explicou à agência EFE que até agora apenas se conheciam cinco grupos de bactérias fototrópicas (que usam a luz do sol como fonte de energia) com «antenas» para captar os raios solares e que esta é a primeira vez que essas «antenas» são detectadas numa bactéria que cresce na presença do oxigénio.

A investigadora recordou que o que diferencia as bactérias fototróficas das plantas é que estas últimas, desde o musgo ao pinheiro, usam a mesma «máquina molecular» para captar a luz do sol e convertê-la em energia química.

in Diário Digital

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial