sexta-feira, 13 de julho de 2007

Almoço solar no Algarve

No próximo sábado dia 14 de Julho o Campus da Penha da Universidade do Algarve (UALG) vai ser palco de um almoço para entusiastas da cozinha solar, denominada Ecosol.

A iniciativa é de um professor da Escola Superior de Tecnologia da UALG, Celestino Ruivo, que desde há um ano a esta parte confecciona cerca de 90% dos alimentos aproveitando a energia do sol.

O evento inicia às 9:00 horas com a preparação dos alimentos e de café solar. Depois há uma palestra sobre o tema. O orador é Armando Herculano, engenheiro especialista na matéria. E ainda antes do almoço há uma demonstração sobre como construir cozinhas Ecosol.

Está prevista a participação de 30 pessoas e respectivas cozinhas naquele que será o IV Encontro de Cozinhas Solares (Ecosol). O objectivo é “fomentar a troca de experiências entre pessoas que usem estes equipamentos no seu quotidiano doméstico”, refere o impulsionador do evento.

As pessoas interessadas em participar têm de se inscrever. Para tal devem contactar Celestino Ruivo pelo telefone 918 319 210 ou mail: cruivo@ualg.pt

“As cozinhas solares permitem confeccionar alimentos com o calor resultante do aproveitamento de energia solar. Existem vários modelos, muitos portáteis, sendo estes os mais indicados para usar em casa, na praia ou no campo, para fazer um piquenique, por exemplo”, salienta Celestino Ruivo.

As cozinhas são de um cartão coberto com película reflectora. Podem ter várias formas. E a construção das mesmas é de baixo custo. Celestino Ruivo confessa não perceber “como é que no Algarve, onde há em média 300 dias de sol por ano, ainda não existe um restaurante com cozinha solar, à semelhança do que já acontece no Chile”.

No último ano, e na sequência da participação numa conferência sobre o tema em Granada, Julho de 2006, este engenheiro mecânico de formação tem dedicado muito do seu tempo à divulgação deste tipo de equipamentos.

O seu dinamismo levou a que fosse convidado para ser membro fundador da recém-criada Associação Internacional de Cozinhas Solares, que congrega membros de vários países numa lógica de promover não só a disseminação de informação, mas sobretudo a utilização das cozinhas solares.

A CBS australiana já se interessou pelo trabalho que Celestino Ruivo tem feito junto da comunidade em prol da divulgação das energias renováveis. Hoje, dia 12 de Julho, passa naquela estação televisiva a reportagem feita em Portugal, durante uma refeição preparada para 70 escuteiros em Aljustrel, no passado dia 30 de Junho.

in Região Sul

Etiquetas:

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial